IPEF NOTÍCIAS 208- Março/Abril de 2011
Quem tem acompanhado os trabalhos desenvolvidos pelo IPEF pode testemunhar sua constante evolução. Isso se explica pelo fato de que a realidade florestal de suas associadas e do setor florestal brasileiro como um todo está em permanente mutação. 

As demandas se modificam com uma velocidade muito grande em função de novos desafios e problemas que surgem nas áreas tradicionais de plantios florestais bem como nas novas fronteiras que estão se abrindo.

Destacamos três grupos de ações encetadas pelo IPEF, todas elas lastreadas no recém-lançado Plano Estratégico para a década de 2010 - 2020:

Abertura internacional ao par de tradicionais intercâmbios com entidades de pesquisa e desenvolvimento, o ano de 2010 se destacou por uma série de novidades. Dois eventos marcaram o mês de maio: visita de um grupo de pesquisadores associados
a Forest Nutrition Cooperative da Carolina do Norte, EUA, e a viagem técnica a Austrália organizada pelo Programa Cooperativo de Melhoramento Florestal. Esta viagem, além de professores da Unesp e técnicos do próprio IPEF, contou com a participação de 12 profissionais de empresas associadas e outros convidados.

No mês de julho, dois acadêmicos do Curso de Engenharia Florestal da Esalq/USP e estagiários do PPPIB concluíram residências em Raleigh, sob orientação do Prof. Stape e outros dois iniciaram residências relacionadas ao Programa de Parcelas Gêmeas. Neste mesmo mês foi consolidado o convênio com o CIRAD, França, que permitiu a permanência na país dos pesquisadores franceses por mais 5 anos desenvolvendo trabalhos junto a Estação Experimental de Ciências Florestais de
Itatinga além de projetos junto ao BEPP, PPPIB e EUCFLUX.

Em setembro, o IPEF apoiou a vinda de estagiários americanos ao Brasil, anfitrionados pelas associadas International Paper e Cenibra para acompanhamento de trabalhos dentro de programas cooperativos. Finalmente, em novembro, o PTSM realizou viagem técnica a Auatrália e Nova Zelândia com o objetivo de proporcionar intercâmbio de informações entre
empresas e institutos de pesquisas.

Treinamento de recursos humanos há décadas o IPEF está envolvido com o treinamento de recursos humanos notadamente fornecendo estágios nos programas cooperativos e através de suas associadas para alunos de graduação e pós-graduação de nossas universidades. Porém, o destaque e novidade do ano foi a aprovação do Programa de Formação de Gestores Florestais que se realizou entre janeiro e março deste ano de 2011. Coroado de absoluto sucesso, dos 19 engenheiros participantes, com exceção de quatro que decidiram cursar pós-graduação, os demais já estão empregados em empresas tanto patrocinadoras como não-patrocinadoras do programa. A notícia auspiciosa é que já está confirmada a segunda edição a partir de janeiro de 2012.

Coordenadores técnicos dos PC como é de conhecimento geral, os programas cooperativos são geralmente coordenados por professores ou profissionais não filiados ao IPEF. Sensibilizado com a necessidade e importância de contar com pessoal técnico no seu quadro, o Conselho Deliberativo vem aprovando contratações de profissionais como reforço aos programas. Dessa maneira já se efetivaram as contratações para os programas de certificação florestal e modelagem florestal, este último voltado ao PPPIB e EUCFLUX. Processos de outras contratações encontram-se ligadas aos programas PROTEF e PTSM. Uma das grandes vantagens esperadas é que, com a admissão desses profissionais, ocorra uma maior integração e sinergismo entre os programas cooperativos, fato que vem de encontro a frequentes demandas das associadas.

Voltar